Qual a diferença entre terno, costume, smoking e fraque?

Por mais que os homens não sejam tão ligados ao mundo da moda, existem alguns conceitos básicos do vestuário masculino que eles precisam conhecer, principalmente quando se tornam mais "adultos” e começam a participar de mais eventos sociais, como festas, casamentos e batizados.

Um conceito que é importante saber é: qual a diferença entre terno, costume, smoking e fraque?

Hoje, vamos explicar como cada peça de alfaiataria masculina se diferencia das outras e os detalhes de cada uma.

Terno

O terno é o traje mais clássico para todos os homens, além de ser o mais usado em diversos tipos de ocasião, pois transita entre diversos eventos apenas mudando detalhes como sua cor ou a gravata que é usada.

Um terno é composto de calça + colete + paletó, e a camisa combinada costuma ser branca; porém, tem-se liberdade para escolher a gravata, que em muitos casamentos é de uma cor que combina com algum detalhe da noiva e da decoração.

Ternos mais claros são indicados para ocasiões menos formais ou então para eventos diurnos e no campo. Ternos mais escuros são utilizados em eventos durante a noite, como os pretos, grafites e azul marinhos.

Costume

O costume nada mais é do que o terno, porém sem o colete. Ou seja: um costume é composto apenas por calça e paletó, geralmente usado aberto.

Por não ter o colete, o costume é mais indicado para ser usado pelos convidados de um casamento ou então até mesmo pelo noivo e padrinhos, caso o casamento seja mais informal.

Por ser um pouco mais despojado, combina bem quando usado com gravatas borboleta ou gravatas com estampas mais chamativas, deixando a produção com cara de jovem.

Smoking

O smoking é mais utilizado em eventos de gala, ou seja, muito formais e cheios de tradição. Também conhecido como black tie, esse traje é completo e conta com vários detalhes em seda ou cetim (como a lapela do paletó), que deixam a produção muito mais elegante.

O smoking é composto por: calça + camisa branca + gravata borboleta + paletó + colete OU cinta de cetim. Sua silhueta é mais justa e seu paletó não costuma ser comprido demais. Em muitas ocasiões, a camisa do smoking deve ser plissada.

O smoking só deve ser usado se o convite pedir especificamente isso, pois é um traje muito formal, normalmente usado apenas pelo noivo, pai do noivo e padrinhos.

Fraque

No Brasil, o fraque não é muito comum de ser visto em eventos, mas é importante saber sobre seus detalhes.

O grande diferencial do fraque é que seu paletó é mais longo na parte de trás, parecendo uma cauda que vai até o meio das coxas do homem. A calça que acompanha o fraque deve ser de risca de giz preta ou cinza (sendo esta mais comum) e deve ser combinada com colete e gravata prateada ou em cores claras.

Quando usado, o fraque normalmente é exclusividade do noivo e apenas em cerimônias ultra formais e tradicionais.

Meio-fraque

No Brasil, o fraque foi adaptado para as condições e o clima local: o meio-fraque tem as mesmas regras que o fraque, porém seu paletó é mais curto e tem apenas um botão. O resto do traje segue conforme o fraque e costuma ser usado pelos padrinhos de um noivo que escolhe usar fraque.

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário