Os melhores cortes de cabelo masculino para a nova estação

Com a mudança de clima, muita gente fica mais inspirada e inclinada a renovar seu estilo, suas roupas e sua aparência.
 
Para isso, uma das maneiras mais práticas para mudar o estilo rapidamente é mudando o corte de cabelo.
 
Está sem ideias de como cortar? Veja nossa seleção dos melhores cortes de cabelo masculinos para testar na nova estação!
 

Enrolado

melhores cortes de cabelo masculino para a nova estação
 
Para homens que têm o cabelo ondulado ou cacheado, um visual um pouquinho mais comprido é bacana e traz bastante jovialidade.
 
São fios entre 10 e 20cm que devem ser cortados com o mesmo comprimento em toda a cabeça. Se preferir um visual mais comprido, certifique-se de que o seu local de trabalho aceita fios mais longos.
 
Mantenha os fios sempre hidratados e use bons produtos para que os cachos fiquem no lugar e não passem a impressão de mal cuidados.
 

Puxado para trás

melhores cortes de cabelo masculino para a nova estação
 
Já falamos desse tipo de corte antes no blog. Ele é ótimo para homens que deixaram o topete crescer e também ajudam a transmitir profissionalismo e elegância. 
 
A boa notícia é que ele tem tudo a ver com a nova estação e combina muito bem em homens com cabelo liso.
 
Use pomadas e mousses capilares para ajudar a manter os fios no lugar sem ficarem caindo no rosto. Lembre-se: quanto mais baixos os fios da lateral, mais em evidência ficará o topete para trás, bem como suas bochechas.
 

Raspado nas laterais

melhores cortes de cabelo masculino para a nova estação
 
Um corte de cabelo que fica ótimo em vários tipos de cabelo, pois se adapta facilmente à espessura e formato dos fios.
 
Por isso, esse corte promete fazer sucesso nos dias mais quentes entre homens de cabelo liso, ondulado e até mesmo crespos.
 
Ele combina muito bem com cavanhaques e barbas mais estilosas, mas fique atento: pode ser que o seu local de trabalho não aceite esse tipo de corte. Por isso, antes de passar a tesoura e a navalha, consulte seu chefe, ok?
 

Compartilhe essa página

Deixe seu comentário